quarta-feira, 30 de setembro de 2009

MAMÃO CROCANTE

Ingredientes
1 mamão papai bem firme½ xícara de chá de suco de laranja4 colheres de sopa de granola dietética.

Modo de preparo
Descasque o mamão e corte-o em fat 4 fatias grossas. Distribua-as em uma assadeira, regue com o suco de laranja e polvilhe com a granola. Leve ao forno quente (200º C) por cerca de 10 minutinhos e sirva em seguida.
Fonte

terça-feira, 29 de setembro de 2009

BANANA ASSADA

Ingredientes

1 Banana-nanica2 colheres de sopa de suco de laranja2 colheres de chá de suco de limãoCanela em pó para polvilhar


Modo de preparo
Em um refratário, coloque a banana e faça um corte em sua casca. Regue com os sucos de laranja e limão e polvilhe com a canela. Cubra com papel alumínio e leve ao forno alto (250º C) por cerca de 15 minutos.

Retire e, se quiser, sirva com sorvete de creme light.

Fonte

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

TAÇA DE MAÇÃ COM MORANGO


Ingredientes
2 maçãs médias picadas2 colheres de sopa de suco de mça pronto sem açúcar1 copo de iogurte light sabor morango

Modo de preparo
Misture os ingredientes e coloque em 2 taças. Leve à geladeira para que fique consistente e sirva em seguida.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

SUSPIRO DE CHOCOLATE

Ingredientes
1 colher de sopa de cacau em pó2 colheres de sopa de margarina light1 xícara de chá de farinha de trigo1 xícara de chá de água2 ovos.

Modo de preparo
Em uma panela, aqueça a água, o cacau e a margarina. Quando começar a ferver, acrescente a farinha e mexa bem até começar a soltar da panela. Retire do fogo, acrescente os ovos e bata na batedeira até ficar uma massa firme. Coloque tudo em um saco de confeiteira e distribua o conteúdo em uma assadeira. Leve ao forno alto (250º C) por 10 minutos.
Fonte

GELADO DE MELÃO



Ingredientes
1 envelope de gelatina em pó sabor melão1 xícara de chá de melão em cubos2 claras em neve.



Modo de preparo
Prepare a gelatina de acordo com as instruções da embalagem. Distribua os melões em 4 taças, coloque a gelatina e leve à geladeira até que fique consistente. Acrescente, só então, as claras em neve e volte com o doce à geladeira até o momento de servir.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

TORTA DE MORANGO



Ingredientes
1 pacote de biscoito de amido milho light triturado


1/3 da lata de refrigerante diet sabor guaraná





Creme


2 xícaras de chá de iogurte desnatado


1 xícara de chá de leite desnatado


1 caixa pequena de morango


1 xícara de chá de adoçante dietético em pó próprio para forno e fogão


4 colheres de sopa de gelatina em pó sem sabor


2 caixas de gelatina diet sabor morango


½ litro de águaMorangos para decorar.



Modo de preparo
Em um recipiente, misture os biscoitos com o guaraná até formar uma massa uniforme. Com as próprias mãos, coloque a massa em uma forma de fundo removível (20 cm de diâmetro). Para o creme, bata o leite, o iogurte, os morangos e o adoçante no liquidificador. Dilua a gelatina sem sabor, conforme as instruções da embalagem e acrescente a esta mistura. Despeje sobre a massa e leve à geladeira. Enquanto isso, aqueça a água e dilua a gelatina de morango. Espere esfriar. Só então, despeje sobre o creme, enfeite com os morangos e deixe na geladeira até ficar bem consistente. Desenforme e sirva. Quanto mais gelada ela estiver, mais saborosa ficará.
Fonte

terça-feira, 22 de setembro de 2009

ESTEIRA X ASFALTO: VEJA AS VANTAGENS DE CORRER EM CADA LUGAR!

Correr é sempre bom e te deixa com um corpo bonito e saudável! Mas, qual será o ambiente mais propício para este tipo de exercício? Você prefere correr na rua, ao ar livre, ou em uma esteira, na academia? Na verdade, cada um tem a sua vantagem!




A esteira

No aparelho, o deslocamento é na vertical, pois o chão se movimenta e o praticante faz movimentos para cima, como se estivesse saltando. O problema é que, com o tempo, isso pode causar a famosa LER (lesão por esforço repetitivo)

Ao optar pela esteira, você consegue ter controle total sobre a sua corrida. No painel, conseguimos monitorar a velocidade, a distancia, a inclinação e ajustar todos os movimentos.
Quando o assunto é a meteorologia, sem dúvidas a esteira sai na frente! Ameniza o calor, a temperatura ambiente faz com que o seu corpo alcance um melhor rendimento e, nos dias de chuva, você pode correr sem problemas!

Quando o assunto é a meteorologia, sem dúvidas a esteira sai na frente! Ameniza o calor, a temperatura ambiente faz com que o seu corpo alcance um melhor rendimento e, nos dias de chuva, você pode correr sem problemas!


O asfalto

Neste caso, o descolamento é para frente e por isso algumas partes são bastante trabalhadas, como a panturrilha e o quadril, responsável por impulsionar o corpo. A vantagem é que o esforço é maior e, conseqüentemente, o gasto calórico também.

Se na esteira o monitoramento é completo, na rua, a história não é bem essa. Mas, existem alguns equipamentos que podem te ajudar! Como é o caso do monitor cardíaco, que mostra a freqüência dos seus batimentos na velocidade e na distancia percorrida

Quanto às condições climáticas, o vento pode sim se transformar em um problema para a sua corrida. Sem contar que o Sol forte faz com que o seu corpo gaste energia mais rapidamente do que o normal.
Fonte

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Sucos desintoxicantes previnem doenças e acabam com intestino preguiçoso



Fazer uma alimentação inadequada acompanhada do sedentarismo bem como do estresse pode provocar inúmeros distúrbios no organismo, principalmente problemas gastrintestinais, que dificultam o processo digestivo.
Reverter esse quadro nem sempre é tarefa difícil. Mas poucos conhecem as alternativas naturais para eliminar as toxinas do corpo. É nessa hora que entram em cena os sucos desintoxicantes, feitos à base de frutas ou vegetais frescos.
De acordo com a nutróloga Tamara Mazaracki, essas bebidas são excelentes fontes de nutrientes com ação antioxidante, o que promove um sistema imunológico mais ativo e competente, além de ajudar a prevenir doenças e auxiliar na recuperação mais rápida de quem tem algum problema de saúde.
"Os sucos de frutas e vegetais frescos são ricos em fibras que promovem um melhor funcionamento intestinal, o que reforça o processo de eliminação de toxinas".



Mas a especialista alerta: quanto mais fresca é uma fruta ou hortaliça, mais rica ela será em nutrientes. "Não adianta estocar na geladeira depois de pronto para consumir mais tarde. E nada de recorrer aos sucos industrializados, cheios de conservantes e açúcar", completa.

Aos sucos desintoxicantes pode-se acrescentar ingredientes como proteínas (colágeno), fibras (aveia), condimentos e especiarias (canela, gengibre e orégano), além de energéticos (pó de guaraná e ginseng), dependendo de qual é o problema no organismo.

Apesar da importante função de purificar o sistema digestivo e eliminar do corpo produtos residuais, a nutróloga ressalta que não é preciso exagerar nas quantidades de sucos ingeridos. Um ou dois copos diários cumprem bem a função de limpar o organismo, mas isso também vai depender do efeito que se quer alcançar. Segundo Tamara, algumas vezes é interessante passar a metade do dia somente com sucos, porém isso deve ser feito sob supervisão médica.

Os resultados e as ações dos sucos são percebidos rapidamente, refletindo, inclusive, no bem-estar, na disposição e na melhora da pele. Para as funções diuréticas, laxativas e hidratante, por exemplo, os efeitos podem ser notados nas primeiras 24 horas. Já para combater outros distúrbios, os sucos devem se tornar um hábito, porque esses efeitos ocorrem num período de médio a longo prazo.





Confira algumas dicas de sucos desintoxicantes e suas funções:





Suco diurético - melhora a função renal, ajuda a eliminar toxinas e reduz a retenção de líquidos. O aipo é rico em glutationa, uma substância que neutraliza os radicais livres e pode entrar na composição de diversos sucos. A melancia é rica em água, frutose e fibras, além de licopeno que previne o envelhecimento precoce e o câncer de próstata e mama. 1 copo de suco de melancia coado (2 fatias médias) 1 talo de aipo com as folhas Modo de preparar: bater no liquidificador e tomar imediatamente.





Suco pós-ressaca - excelente para combater os efeitos adversos do excesso de ingestão de bebidas alcoólicas. Ajuda o fígado a se recuperar e acelerar a eliminação de toxinas que causam a ressaca. O repolho é rico em glutamina, um aminoácido que protege e repara o fígado dos efeitos danosos do álcool. A curcuma possui carotenóides com ação hepatoprotetora. ½ repolho verde de tamanho pequeno 1 limão previamente espremido e sem as sementes 1 talo de aipo com as folhas 1 colher de sopa de folhas frescas de coentro ½ colher de chá de curcuma Modo de preparar: usar centrífuga ou bater no liquidificador com um pouco de água mineral sem gás e coar. Se quiser um sabor um pouco melhor, use água de coco.
Fonte





Suco para pele firme - é rico em antioxidantes e bioativos que combatem os radicais livres, retardando o envelhecimento da pele. Turbinam a energia e a disposição½ limão 1 xíc. (chá) de uva rosada com casca 2 maçãs verdes com casca e sem sementes 1 xíc. (chá) de água mineral Adoçante (opcional) Modo de preparar: bata todos os ingredientes no liquidificador





Suco da beleza total - a cenoura e a salsa são fontes de betacaroteno, que, transformado no organismo em vitamina A , estimula o sistema imunológico e atua na recuperação e no brilho da pele. Ainda tem substâncias antiinflamatórias e antienvelhecimento.2 cenouras cruas picadas ½ maçã com a casca e sem sementes 1 xíc. (chá) de melão cantalupo picado 1 fatia de gengibre sem casca 1 punhado de salsa 1 col. (sobremesa) de linhaça (deixe de molho na água de um dia para o outro) Adoçante (opcional).Modo de preparar: passe os ingredientes na centrífuga ou no liquidificador. Se preferir, coe.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Morango auxilia no funcionamento do cérebro



Estudos comprovam que o morango é um excelente aliado para a melhora da nossa função cognitiva, é o que diz uma publicação do Berry Health Symposium de 2009.
É normal que conforme ficamos mais velhos, a nossa função cerebral diminua e por isso temos mais dificuldade de aprendizagem, lentidão na parte motora, perda de memória.
Isso ocorre principalmente, pois as células inflamam e oxidam, é aí que o morango pode ajudar.

Além do aroma e sabor agradável, a fruta que é muito consumida nesta época, possui antioxidantes capazes de prevenir essa inflamação e oxidação das células, conseqüentemente melhorando nossa memória e função motora. Inclua esta fruta em sua dieta, além de deliciosa, é muito benéfica para sua saúde e cérebro!
Fonte

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A ração humana


A ração humana é uma mistura de cereais integrais(trigo, aveia em flocos) e sementes (linhaça, gergelim).
Por causa do teor de fibras e gorduras que a ração humana contém, o intestino funciona mais rapidamente.
Entretanto, em algumas pessoas, pode haver uma maior irritabilidade da parede do intestino, prejudicando a absorção de nutrientes.
As fibras ajudam a dar uma maior sensação de saciedade, fazendo com que a fome demore mais tempo a aparecer. Mas, dizer que a ração humana emagrece é um equívoco.
O que faz com que o emagrecimento ocorra é uma alimentação com menor quantidade de calorias do que a necessidade.
Nenhum alimento por si só tem a capacidade de levar ao emagrecimento.


Ração Humana
Ingredientes
- 250 g de fibra de trigo
- 125 g de leite de soja em pó
- 125 g de linhaça marrom
- 100 g de açúcar mascavo
- 100 g de aveia em flocos
- 100 g de gergelim com casca
- 75 g de gérmen de trigo
- 50 g de gelatina sem sabor
- 25 g de guaraná em pó
- 25 g de levedo de cerveja
- 25 g de cacau em pó

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes. Armazene em um pote bem fechado e guarde-o em local fresco ou na geladeira.
Fonte

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Sobremesa



Taça mesclada


Ingredientes
3 claras de ovo
3 C.S. de adoçante em pó
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
4 C.S. de água
1/2 vidro de leite de coco light (100 ml)
120 g de chocolate meio amargo
6 C.S. de creme de leite light
6 C.S. de coco fresco ralado


Modo de preparar
Bata, com um batedor, as claras em neve e, aos poucos, adicione o adoçante, batendo até ficar um suspiro firme.
Numa panela pequena dissolva a gelatina na água fria e aqueça em banho-maria até dissolver bem. Adicione às claras, bata e por último, adicione o leite de coco.
Distribua a metade do creme em 6 taças. Leve à geladeira por 30 minutos para firmar.
Derreta em banho-maria o chocolate e adicione o creme de leite. Mexa bem e espere esfriar. Despeje sobre o creme firme. Cubra com o restante do creme. Polvilhe o coco e leve à geladeira.

Receita do livro - Favoritas
Rende 6 porções de 5 PONTOS cada
Informações nutricionais / porção
Porção: 189 calorias, 5 g de proteína, 8 g de carboidrato, 18 g de gordura, 4 g de fibra

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Veja como preparar feijão-tropeiro "vivo"

Ingredientes

alho azeite de oliva
1 tomate pimentão amarelo e vermelho (um pedacinho de cada) sal e temperos a gosto farinha de aipim grão germinado de feijão azuki (colocar em um vidro com água e deixar por três dias) .

Modo de Fazer

Deixe o feijão de molho durante oito horas.
Em seguida, escorra a água e lave cerca de cinco vezes, pela manhã e à noite. Esfregue o feijão para tirar um pouco da casca.
Para preparar o tempero, comece amassando o alho. Junte duas colheres de sopa de azeite extra virgem. Acrescente salsa e cebolinha, os pimentões e o tomate cortados em cubinhos.
Depois, acrescente sal e temperos a gosto.
Depois, junte o feijão tropeiro e a farinha. A farinha é feita com aipim ralado ou triturado no liquidificador com um pouquinho de água. Você pode levar ao sol ou ao forno bem fraquinho, com a porta entreaberta.
Teste a temperatura com mão: o ponto ideal é conseguir colocar a mão no tabuleiro.
Fonte: Veja como prepara

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Entre um passo e outro, queime muitas calorias


Modalidades de dança se espalham pelas academias e põem ritmo na malhação


Sem dúvida, dançar oferece diversos benefícios, além da queima calórica e o combate ao estresse. A professora Lara Seidler, da academia Universidade do Corpo, no Rio de janeiro, explica que esse tipo de aula oferece um trabalho global. "A dança aprimora força, flexibilidade, coordenação, resistência, auto-estima e velocidade".



A modalidade que Lara ensina, batizada de "dança livre", envolve ritmos como samba, hip hop, salsa e funk. E ela afirma que as aulas chegam a mandar embora muitas calorias, dependendo do empenho do aluno e do ritmo escolhido. Ainda de acordo com Lara, essa atividade é extremamente
democrática. "A maioria das turmas é composta por mulheres, mas os homens cada vez mais procuram as aulas. Além disso, no mesmo grupo existem alunos de 15 a 60 anos, seja lá qual for a condição física".


A aluna de "dança livre", Solange Sarmento, psicanalista de 45 anos, vibra com seus progressos. "A aula de dança me provoca. Eu e a turma evoluímos muito e chegamos a pontos que não imaginávamos que fossem possíveis de alcançar. Hoje, não me imagino mais sem a dança".

Conheça algumas formas de dançar:


Dança: Dança livre Onde dançar: Universidade do Corpo Duração da aula: 1 hora Calorias queimadas por aula: até 500 calorias Benefícios: Emagrece, tonifica os músculos e beneficia o sistema cardio-respiratório. Cuidados antes de praticar: Fazer exercícios de alongamento e aquecimento. Roupas e assessórios necessários: roupa de ginástica. Como dançar: O aluno pode fazer a aula sozinho. Particularidades: Por misturar diversos ritmos, a aula queima muitas calorias e não é cansativa, pois a professora desenvolve uma grande série de coreografias.



Dança: Ritmos Latinos Onde dançar: Academia Ecofit Duração da aula: 1 hora Calorias queimadas por aula: de 400 a 600 calorias Benefícios: Proporciona condicionamento cardiorespiratório, queima calorias, desenvolve a coordenação motora e melhora a auto-estima. A aula é descontraída e promove a interação entre as pessoas Cuidados antes de praticar: Fazer um aquecimento simples antes de praticar a dança Roupas e assessórios necessários: roupa de ginástica. Como dançar: Os alunos dançam sozinhos. As músicas misturam ritmos como salsa, rumba, merengue, hip-hop e pop Particularidades: Tem alunos de todas as idades, de 15 a 80 anos. Os sucessos mais pedidos são Shakira, Santana, Orishas, Ricky Martin e Thalia.



Dança: Salão Onde dançar: Academias e escolas de dança Duração da aula: 1hora Calorias queimadas por aula: Média de 500 calorias Benefícios: Melhora da auto-estima, integração entre as pessoas, emagrecimento, alivio do estresse e melhora a coordenação motora. Cuidados antes de praticar: Tomar água para ficar hidratado antes e durante a atividade. Roupas e assessórios necessários: Como o intuito da aula é aprender a dançar, como se estivesse em uma pista, o aluno pode usar roupa que quiser, alguns alunos vão caracterizados conforme o ritmo que vai ser dado pelo professor. Como dançar: Durante a aula, são ensinados passos individuais e em dupla. Particularidades: A aula é ministrada pelo professor e dançarino Alexandre Cardoso, que já participou de programas na televisão ensinando passos de danças.

Dança: Axé Onde dançar: Monday academia Tempo de aula: 1 hora Calorias queimadas por aula: de 500 a 700 calorias Benefícios: Emagrece, melhora na coordenação motora, alivia o estresse Cuidados antes de praticar: Beber água. devido aos deslocamentos rápidos, é aconselhável que o aluno faça também musculação para fortalecer a articulação dos joelhos. Roupas e assessórios necessários: Roupas leves e tênis Como dançar: A aula é feita individualmente. Particularidades ou comentários: É uma aula bem divertida e mesmo fora da época do carnaval atrai novos adeptos.
Dança: Ritmos Onde Dançar: Academia Cia. Athletica Tempo de aula: 30, 45 ou 60 minutos Gasto calórico por aula: até 500 calorias Benefícios: exercício cardiovascular coreografado e divertido.
Excelente opção para quem precisa perder peso, mas não gosta das atividades como spinning, corrida e natação. Desenvolve a coordenação motora, musicalidade, expressão corporal, equilíbrio, auto-confiança. Cuidados antes de praticar: Consulte sempre um médico antes de iniciar as aulas. Não pratique em jejum; hidrate-se antes, durante e após a aula. Roupas e assessórios necessários: Usar tênis apropriado para absorção de impacto, roupas leves e confortáveis, que não limitem os movimentos, e uma toalha de rosto. Como dançar: Esta aula é em grupo, e executada de forma individual, mas, dependo do ritmo trabalhado no dia, o professor pode criar algumas dinâmicas em duplas e trios. Particularidade: Nesta aula, são trabalhados diversos ritmos, como axé, forró, dança aeróbica, aero jazz, street dance, afro, músicas dos anos 60, 70, 80, brega, dance, samba, salsa etc.

Dança: Aero Jazz Onde dançar: Academia Fórmula Tempo de aula: 60 minutos sem interrupções Gasto calórico por aula: cerca de 400 calorias Benefícios: Coordenação, promoção de saúde, qualidade de vida (sobre os aspectos terapêuticos, aumenta a auto-estima e a confiança), ritmo, diminui estresse e o percentual de gordura. Cuidados: Alimente-se uma hora antes (comer uma fruta ou barra de cereal). Roupas e assessórios necessários: A mais confortável para que, ao transpirar, não incomode. Como dançar: grupo de 35 pessoas. Particularidades: Por não haver pausas, o esforço físico é ainda maior.

Dança: Hip Hop Tempo de aula: 45 minutos Gasto calórico por aula: varia de acordo com o nível técnico do praticante, intensidade de aula e peso corporal. Benefícios: Trabalho aeróbico, aprimora a coordenação motora ajuda na socialização e auto-estima dos alunos. Combate a ansiedade, timidez e disposição. Cuidados antes de praticar: procurar um médico e realizar uma avaliação física. Roupas e assessórios necessários: Roupa de ginástica ou figurino Hip Hop, calça e camiseta larga, munhequeira e bandana. Como dançar: grupo de até 25 pessoas. Particularidades: Aula extremamente descontraída



Dança: Ritmos Onde dançar: Academia Competition Tempo de aula: 45 ou 60 minutos Gasto calórico por aula: Em média, 400 calorias Benefícios: Harmonia corporal e trabalho aeróbico. Coordenação, melhoria da condição cardiovascular e respiratória. Cuidados antes de praticar: não há contra-indicação. As pessoas devem alongar antes e depois da aula, como em qualquer outra atividade física. Roupas e assessórios necessários: Tecidos leves e calçado adequado para o tipo da dança. Como dançar: Aula individual. Eventualmente, há coreografias em dupla.

Dança: Ritmos Onde dançar: Academia Competition Tempo de aula: 45 ou 60 minutos Gasto calórico por aula: Em média, 400 calorias Benefícios: Harmonia corporal e trabalho aeróbico. Coordenação, melhoria da condição cardiovascular e respiratória. Cuidados antes de praticar: não há contra-indicação. As pessoas devem alongar antes e depois da aula, como em qualquer outra atividade física. Roupas e assessórios necessários: Tecidos leves e calçado adequado para o tipo da dança. Como dançar: Aula individual. Eventualmente, há coreografias em dupla. Dança: Street Dance Tempo de aula: 60 minutos Onde dançar: Reebok academia Gasto calórico por aula: aproximadamente, 350 calorias Benefícios: Condicionamento, emagrecimento, melhora da coordenação motora geral, aumento da consciência espaço-temporal, diminuição do estresse e sociabilização. Cuidados antes de praticar: Realizar avaliações física e médica Roupas e assessórios necessários: Roupas confortáveis que permitam movimentações de grande amplitude e que facilitem a evaporação do suor. Para entrar no clima, vista-se no estilo hip hop americano (calças largas e camisetas folgadas) Como dançar: A aula é sempre individual e em algumas aulas o professor adota a estratégia de formar grupos no final da coreografia. Particularidades: Esta aula faz muito sucesso nas academias e é freqüentada tanto por homens quanto por mulheres de todas as faixas etárias. Dança: Ritmos (combinação de salsa, pagode, forró, twist, samba, contry e outros) Onde dançar: Reebok academia Tempo de aula: 60 minutos Gasto calórico por aula: aproximadamente, 400 calorias Benefícios: Perda de peso, condicionamento e todos os benefícios de uma atividade física. Cuidados antes de praticar: Avaliações física e médica. Roupas e assessórios necessários: Roupas confortáveis Como dançar: A maior parte do tempo o professor utiliza estratégias de trabalho individual. Em alguns momentos, existem passos em dupla (para as músicas de pagode, por exemplo). Particularidades: Uma das aulas mais motivantes da academia. Agrada principalmente as mulheres que podem dançar à vontade durante uma hora

terça-feira, 8 de setembro de 2009

COGUMELOS -III


Hiratake

Hiratake, o Pleurotus Osteatus é originários da Europa, América do Norte e Ásia. Pode ser encontrado nas matas brasileiras e cultivado tanto no Norte como no Sul do Brasil. De sabor acentuado, e textura diferente de outros cogumelos e propriedades terapêuticas, O Hiratake é o quarto cogumelo consumido do mundo. Parecido com os Lyophyllum, em fase de desenvolvimento. parecido fisicamente, as duas espécies se reproduzem em habitats diferentes. Enquanto o Pleurotus habita madeiras em processo de decomposição e acima do nível do solo, o Lyophyllum cresce em solos ricos em restos de madeira. Seu nome científico se deve ao formato semicircular, lembrando o de uma ostra. Encontrado em quatro cores: branca, cinza, salmão e marrom.



Receitas com Shitake

Filés de Badejo com Shitake


Ingredientes:2 filé(s) de badejosal e pimenta-do-reino branca a gosto200 gr de cogumelos shitake fatiado(s)1/2 xícara(s) (chá) de coentro1 colher(es) (sopa) de margarina
1 colher(es) (sobremesa) de farinha de trigo
- 1/2 xícara(s) (chá) de vinho branco
Modo de Preparo:Tempere os filés com o sal, a pimenta e parte do coentro. Deixe tomar gosto por 30 minutos.Coloque os filés em um refratário, tampe e leve ao microondas por 6 a 8 minutos na potência alta.Escorra o caldo emoutro refratário e reserve o peixe. Acrescente no caldo o shitake, o restante do coentro, a margarina farinha de trigo e o vinho. Misture bem, tampe e leve ao microondas por 6 a 8 minutos na potência alta.Mexa duas vezes durante o cozimento. Retire e jogue sobre o peixe reservado.


Shitake na brasa



Ingredientes:100 grs. de cogumelos shitake médios, frescos1 cebola grande1 colher de café de aneto1 colher de sopa de manteigaPimenta-do-reino a gosto Modo de Preparo:Fatie a cebola e o cogumelo, colocando-os numa trouxinha de papel alumínio.Adicione a manteiga, o aneto e a pimenta.Deixe grelhar por 10 a 12 minutos, em fogo médio. Sirva em seguida.


Chá de Shitake


Modo de preparo:Preparar de 10 a 40 gr de shitake acrescidos a uma pequena quantidade de água quente (suficiente para cobri-los até amolecer). Em seguida acrescentar 1 litro de água e levar ao fogo para ferver, até que o líquido diminua para 250ml, ou seja,¼ de quantidade de água colocada.Obs.: Recomenda-se que a panela usada seja esmaltada, de ferro ou de vidro. Nunca utilizar a de alumínio.O chá preparado não deve ser deixado por muito tempo na temperatura ambiente caso contrário ele se estraga e pode causar diarréia.Portanto, deve ser tomado assim que for preparado e o restante deixar em uma garrafa térmica ou na geladeira por 2 ou 3 dias. Para a não formação de fenol, recomendamos que assim que for guardado na garrafa térmica ou geladeira, acrescentar no chá 5 a 8 gotas de limão. Tomar antes das refeições e antes de dormir.O cogumelo já utilizado para fazer chá poderá ser guardado no freezer e eventualmente ser aproveitado para comer, refogado ou cozido junto com verduras, legumes numa panela ou bule, acrescentar cerca de 1 litro de água e levar ao fogo para ferver. Logo após, acresce



Chapéus de cogumelos recheadosI


ngredientes:4 cogumelos shitake grandes, frescos;40 ml de azeite extravirgem de oliva;4 vieiras grandes, com coral;Suco de meio limão;20 gr. de manteiga;20 gr. de cebola bem picada;50 ml.de vinho branco seco;250 ml. de creme de leite fresco;80 gr. de queijo fontina;40 gr. de queijo parmigiano ralado;15 gr. de manteiga com tartufo (compre pronta em importadoras);Sal e pimenta-do-reino moída na hora, agosto;


Modo de Preparo:Retire os cabinhos dos cogumelos,deixando-os com uma concavidade.Tempere-os com sal, pimenta e regue cada um com 10 ml de óleo extravirgem de oliva.Cubra-os com papel alumínio e leve-os ao forno a 180 ºC , por 10 minutos.Retire os cogumelos e reserve-os.Tempere as vieiras com sal, pimenta e suco de limão.Em uma panela, doure a manteiga com a cebola, junte as vieiras,refogue-as por 1minuto e acrescente vinho branco.Deixe reduzir pela metade, retire as vieiras e introduza o creme de leite. Reduza30% do seu volume coloque o queijo fontina e o parmigiano ralado (reserve 10 gr. de parmigiano para a finalização do prato).Levante fervura, retorne com as vieiras ao molho,retifique o tempero, apague o fogo e incorpore a manteiga com tartufo, mexendo bem.Recheie os cogumelos com as vieiras e o molho.Salpique com o parmigiano ralado que sobrou e leve ao forno para gratinar.Disponha os cogumelos nos pratos, colocando em volta, como opção, o molho restante.Decore com lâminas finas de shitake, passadas na frigideira em azeite de oliva, pequenos ramos de salsinha fresca e tomilho.
Fondue de ShitakeIngredientes: ½ quilo de Shitakes pequenos 500 ml azeite extravirgem. Modo de Preparo:Tempere com sal a gosto e frite da maneira tradicional do Fondue Molhos: Bata no processador 100 grs de alcaparras, misture com maionese caseira, adicione sal, pimenta do reino e páprica. Bata no processador 50 grs de aliche, misture com maionese caseira, adicione salsa picada.Misture manualmente 3 colheres de sopa de mostarda preparada, pimenta do reino moída na hora, 2 colheres de sopa de suco de limão, salsa picada, três colheres de sopa de margarina. Frite no azeite ½ cebola bem picadinha, junte creme de leite e 100 gramas de queijo roquefort ou gorgonzola, aqueça até virar uma pasta. Frite no azeite 8 dentes de alho até dourar, misture com maionese caseira, retirando o azeite antes. Misture na maionese caseira uma colher de sopa de curry powder.



Lulas Recheadas com Shitake


Ingredientes: 1 kg de lulas médias ou grandes; 2 cebolas médias (300 gr); ½ kg de Shitake fresco picado; 100 gr de manteiga; 300 ml de caldo de lulas; 2 cálices de suco de tomate temperado; 2 cálices de vinho branco ou sakê;100 grs. de queijo Parmesão; Modo de Preparo:Cozinhe as lulas em água e sal por 20 minutos aproximadamente.Separe o caldo e apure por mais 15 minutos. Frite a cebola na manteiga até que fique transparente, junte o Shitake picado sempre mexendo para não agarrar no fundo da frigideira, deixe que fique bem frito. Acrescente um pouco de sal.Coloque o caldo de lulas e misture por alguns minutos,coloque o suco de tomate e misture novamente, por fim coloque o vinho ou o sakê e deixe apurar por 10 minutos. Prove e corrija o sal.


Recheie as lulas e coloque em uma travessa refratária, o resto do recheio coloque ao redor. Pulverize regiamente com Parmesão,leve ao forno para gratinar.



Shitake na manteiga


Modo de Preparo:Retire os cabinhos do shitake fresco e corte o cogumelo em tirinhas.Derreta a manteiga (na quantidade desejada) em uma frigideira, espremendo um dente de alho e temperando com sal a gosto.Refogue o shitake, temperando com "shoyu" (molho de soja) a gosto,ainda na frigideira. Enfeite com salsa picada e sirva imediatamente



Omelete de Shitake


Ingredientes:100 grs. de cogumelos shitake médios, frescos;3 ovos;
1/2 cebola;Azeite de oliva, sal e "fines herbes"; Modo de Preparo:Retire os cabinhos do shitake e corte em tirinhas.Descasque e fatie a cebola.Numa frigideira, coloque o azeite e frite os cogumelose a cebola até que essa fique transparente. Reserve.Numa tigela, bata os ovos adicionando1 colher de sopa de água, junte os cogumelos e a cebola reservados, temperando-os a gosto.Na mesma frigideira ou numa omeleteira, frite a omelete,servindo imediatamente. (sugerimos que as panelas utilizadas sejam de "teflon").



Pastel de Shitake


Somente o recheioIngredientes:cebola;alho;azeite extra virgem;100 grs de shitake;100 grs de cogumelode Paris frescos e picados; Modo de Preparo:Frite cebola e alho em azeite extra virgem. Junte 100 grs de shitake e 100 grs de cogumelo de Paris frescos e picados. Acrescente sal, pimenta de reino, salsa e páprica.Se preferir ao invés de sal use molho Shoyu. Não deixe que o recheio fique muito molhado para não atrapalhar a fritura do pastel.



Sopa de Shitake com raízes (receita do João Curvo-JB)


Ingredientes:2 dentes de alho espremidos; 1 cebola batidinha;250 grs. de aipim; 200 grs. de cenoura (2 médias) em rodelas; 200 grs. de batata inglesa em rodelas; 4 xícaras de água fervente; 2 colheres de sopa de cebolinha picada; 250 grs. de shitake cortado em tiras; 1 colher de sopa de shoyu; 1 colher de sopa de azeite;


Modo de Preparo:Em uma panela com 4 xícaras de água fervendo, acrescente o aipim, as batatas, cenouras, 1 dente de alho e ½ cebola. Cozinhe25 minutos em panela tampada. Retire só o aipim e bata-o no liquidificador (com a água do cozimento) e retorne-o à panela para engrossar o caldo. Numa frigideira à parte, refogue o shitake no azeite e shoyu, com o restante do alho e cebola. Acrescente-o à sopa, salpiquecebolinha e ajuste o sal à gosto.


Sopa de Shitake


ngredientes100 grs. de cogumelos shitake médios, frescos;1 cebola;azeite de oliva;"shoyu" (molho de soja);Pimenta-do-reino e orégano;


Modo de Preparo:Remova os cabinhos do shitake.Cozinhe os cogumelos inteiros no vapor por 15 minutos e reserve-os depois de prontos.Enquanto os cogumelos cozinham, pique a cebola e doure-a lentamente no azeite de oliva.Adicione 1 colher de sopa de shoyu e 3 xícaras de água.Ferva a mistura e adicione os cogumelos reservados, que devem ser cortados em 4 pedaços.Tempere com pimenta e orégano a gosto, e deixe ferver por 2 minutos.


Tampe e deixe em fogo baixo por outros 4 minutos. Sirva.







Porcini
O cogumelo Porcini ou Cep (Boletus edulis) é consumido principalmente na Europa. Seu píleo (chapéu) varia de 7 a 30 cm e seu talo de 8 a 25 cm, com até 7 cm de diametro,
Maduro podem pesar 1 kg, mas se utiliza os mais novos.
Encontrados na Europa e América do Norte, em árvores e frutificam do verão ao outono, na epóca das chuvas são constantes.
De sabor proximo à nozes e sua textura é lisa e cremosa. Pode ser consumido cru, refogado na manteiga, com massas, sopas e outros pratos.
O Porcini de Bordeaux (Cèpe de Bordeaux), nome científico é Boletus edulis.
Risoto
Ingredientes70g de cogumelo porcini4 colheres (sopa) de manteiga2 colheres (sopa) de azeite2 colheres (sopa) de cebola ralada350g de arroz arbório¾ xícara de vinho branco seco2 xícaras de caldo de galinha3 colheres (sopa) de parmesão raladomanjericão fresco, picadoPreparo Deixe o cogumelo de molho em água por 20 minutos, depois pique em pedacinhos. Aqueça a metade da manteiga com o azeite e frite a cebola por alguns instantes. Junte o arroz, cogumelo escorrido e refogue por alguns minutos. Acrescente o vinho e deixe que evapore em fogo alto. Junte aos poucos o caldo de galinha fervente, mexendo por 20 minutos, em fogo médio. Retire do fogo, junte o resto da manteiga e o parmesão, misture bem, salpique com o manjericão e sirva.






Salmão grelhado em leitode carpaccio de pupunha ecassoulet de pupunha ecogumelo selvagem
categoria: Saladas e Acompanh.



200 gramas de salmão fresco, cortado em pequenosblocos (quadrados ou retângulos de 4 x 4 cm ou 4 X 3cm, por exemplo)200 gramas de palmito pupunha in natura, divididos emtoletes, em fatias de 1/2 cm, coração fatiado comocarpaccio e hastes desfiadas50 gramas de cogumelo (pode ser shimeji, shiitake oupleurotus)50 gramas de cebola100 gramas de tomate cereja100 gramas de abobrinha1 colher (sopa) de folhas picadinhas de manjericão1 colher (sopa) de folhas de tomilho e alecrim2 colheres (sopa) de cebola picada10 folhas de endívias1 colher (sopa) de damascos secos cortados em fatiasbem finasSal, vinho branco e pimenta-do-reino brancaBroto de alfafa para decorarForre o prato com lâminas de carpaccio de pupunha.
Depois, coloque quatro blocos de salmão fresco nocentro, separados por faixas finas de abobrinha,lâminas de damasco e manjericão.
Tempere com um poucode cebola picada, vinho branco e sal eleve ao forno até o ponto de cozimento do peixe.Enquanto isso, corte o tolete de pupunha em fatias demeio centímetro de espessura, misture-as com oscogumelos, coloque-os numa frigideira, tempere-os compimenta-do-reino, tomilho e alecrim e frite-os atédourar.
Tire o prato do forno e faça alguns ninhos compupunha desfiada ao redor do salmão. Ponha o cassouletde palmito e cogumelos sobre eles e decore o prato comfloretes de endívias, broto de alfafa e tomate cereja.
Site: http://www.sitecurupira.com.br/cogumelo.htm

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Meu Blog esta na VejaBlog

Image and video hosting by TinyPic

Hoje recebi um e-mail da vejablog dizendo que :

Parabéns pelo seu Blog!!!Você está fazendo parte da maior e melhor seleção de Blogs/Sites do País!!!- Só Sites e Blogs Premiados -Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog => Receitas
Receitas-02

Obrigada, estou muito feliz, andava meio desanimada; falta de tempo etc...
Com isto me deu uma força.

COGUMELO II

Espécies cultivadas no Brasil







As propriedades medicinais do shiitake são conhecidas há muito tempo, na milenar medicina oriental é conhecido como "elixir da vida" por suas qualidades no combate a inúmeras doenças, e um importante fator de longevidade. É considerado também um importante afrodisíaco. Muitas dessas propriedades terapêuticas foram comprovadas após inúmeros estudos de cientistas de todo o planeta, mas principalmente do Japão e Estados Unidos.




As propriedades medicinais do shiitake são conhecidas há muito tempo, na milenar medicina oriental é conhecido como "elixir da vida" por suas qualidades no combate a inúmeras doenças, e um importante fator de longevidade. É considerado também um importante afrodisíaco. Muitas dessas propriedades terapêuticas foram comprovadas após inúmeros estudos de cientistas de todo o planeta, mas principalmente do Japão e Estados Unidos.É um alimento rico em proteínas, possuindo de 10% a 29% de seu peso seco; aminoácidos essenciais; contém as vitaminas E, B, C e D; e os sais minerais cálcio, fósforo, ferro, potássio. Além de conter fibras dietéticas que auxiliam na digestão, contém baixo níveis de açúcar e gorduras, é portanto, a receita ideal para dietas por ser muito gostoso, e conter baixas calorias.Com as recentes pesquisas que comprovarão ser o shiitake um regulador da taxa de colesterol no sangue, inibidor ao desenvolvimento de células câncerosas, combate inúmeras doenças causadas por vírus, bactérias ou outros fungos.






Paris


É o mais conhecido, com o seu pé pequeno e o seu chapéu branco. É cultivado na escuridão, sobre estrume de cavalo em decomposição, ao cultivá-lo em caves escuras, evita-se o aparecimento de outras plantas e de outros bolores, que estão no estrume à espera de aparecer, sendo necessárias boas condições de humidade para o crescimento dos cogumelos. Se tudo for bem feito, os cogumelos podem ser colhidos ao fim de 30 dias.Atualmente, e ao contrário do que o nome indica, são os Países Baixos os maiores produtores de cogumelos de Paris.



Golden Mushroom






Enoki


A variedade cultivada no Brasil, apresenta hastes longas e finas com uma pequena cabeça em formato de chapéu na cor branca. É apreciado crú em saladas e muito utilizado na preparação de pratos orientais. Quando cozido, deve ser adicionado no final do preparo.Pesquisas científicas relatam atividade anti-cancerígena e anti-tumoral. Acredita-se também que o enoki estimule o sistema imunológico e seja um anti-viral eficaz.



Pleurotus Natural




Pleurotus Salmão



Cogumelo com corpos de frutificação de coloração rósea. Espécie comestível, muito utilizada para decoração de pratos.





Shimeji



Este é um dos cogumelos mais difundidos no mundo. Assim como o Shiitake, o Shimeji, cujo nome científico é Pleorotus Ssp, é muito consumido na Ásia, principalmente na China.O Shimeji é uma boa fonte de lisina e vitamina B1. Mas o melhor dele é o seu sabor delicado. Adquira-o com bom aspecto, sem manchas nem umidade aparente, conserve-o na geladeira e utilize-o rapidamente. Seu sabor e aroma o tornam excelentes para sopas, refogados e pratos de arroz.Consumido fresco ou desidratado, o Shimeji é consumido em pouca escala no Brasil. Sua produção ainda é limitada. As colonias japonesas e chinesas são as maiores consumidoras.Este cogumelo cresce em pencas, com um chapéu que cresce até cerca de 2 centímetros de diâmetro. Também possui niveis nutricionais elevados e baixo índice de calorias, o que torna ideal para deitas. No lado benéfico, estudos indicam a sua eficiência no combate ao câncer e ao colesterol.



Velho conhecido dos japoneses, o shimeji é ingrediente do Shabu-Shabu, quando ao natural, fresco. É encontrado em duas espécies, diferenciadas pela cor: a branca e a castanha.
Cada uma das espécies tem um sabor próprio. Como diz seu nome científico, este fungo nasce todo "agregado". De uma única haste, brota um grupo de cogumelos, cada um com seu próprio talo, fino e alongado. É uma boa fonte de lisina e vitamina B1. Melhor ainda é seu sabor delicado.
As mesmas recomendações feitas a respeito das outras espécies são válidas para o Shimeji: adquira-o com bom aspecto, sem manchas nem umidade aparente, conserve-o na geladeira e utilize-o rapidamente.



O Shimeji Branco é uma variação do Shimeji tradicional, que tem o chapéu escuro.
Seu sabor e aroma o tornam excelentes para sopas, refogados e pratos de arroz.




Hiratake


Hiratake tem sabor único, muito saboroso, perfumado e ligeiramente adocicado. Quando for adquirir o seu Hiratake, lembre-se que ele se estraga muito rápido (se comprado fresco). Procure sempre os de cor homogênea, sem manchas e sem sinais de umidade excessiva ou mofo. E que a lamela (parte de baixo do cohumelo) deve estar clara. Confira também as nossas deliciosas receitas com o cogumelo hiratake.Suas caracaterísticas são o seu sabor acentuado e a textura diferenciada dos outros cogumelos. Isto faz dele o quarto tipo de cogumelo mais consumido do mundo, atrás do Champignon, Shiitake e Shimeji.Também conhecido como cogumelo Salmon no Brasil, o Hiratake é encontrado em quatro cores distintas: branca, cinza, salmão e marrom.




Hiratake, o Pleurotus Osteatus é originários da Europa, América do Norte e Ásia. Pode ser encontrado nas matas brasileiras e cultivado tanto no Norte como no Sul do Brasil. De sabor acentuado, e textura diferente de outros cogumelos e propriedades terapêuticas, O Hiratake é o quarto cogumelo consumido do mundo. Parecido com os Lyophyllum, em fase de desenvolvimento. parecido fisicamente, as duas espécies se reproduzem em habitats diferentes. Enquanto o Pleurotus habita madeiras em processo de decomposição e acima do nível do solo, o Lyophyllum cresce em solos ricos em restos de madeira. Seu nome científico se deve ao formato semicircular, lembrando o de uma ostra.


Encontrado em quatro cores: branca, cinza, salmão e marrom.




Ao vê-lo, a primeira impressão que nos deixa é sua beleza. O hiratake salmão é de uma cor indescritível, entre o salmão e o rosa. Belo, é um representante escultural do lado artístico da Natureza.
É um cogumelo especial, tanto na beleza, como no sabor, possuindo qualidades terapêuticas que o recomendam, assim como seu irmão branco, em tratamentos para altos níveis de colesterol. Ao adquirí-los, procure aqueles de cor homogênea, sem manchas, umidade aparente ou sinais de mofo. Observe as lamelas (parte de baixo do chapéu) que deve estar clara. Consuma logo, pois os cogumelos estragam-se rápido
.




Shimeji Branco




Erinki


O eryngui é uma variedade muito nova no mercado brasileiro, mas assim como todas as outras variedades de cogumelos, é muito consumido na Ásia, principalmente na China e no Japão.Seu nome científico é Pleorotus Eryngü e possui características muito peculiares. Uma delas é seu elevado porte em comparação com outras variedades de cogumelos.O eryngui é cultivado em câmaras especias e é utilizado o substrato como base de cultivo.Além de saboroso, possui características especiais que o tronam um poderoso combatente na redução do colesterol e prevenção de problemas relacionados ao fígado.



Crimini



Crimini são primos do champignon (Agaricus bisporus).Os criminis são mais dourados, possuem textura textura amanteigada e um sabor semelhante ao champignon. Eles são colhidos quando ainda estão fechados, com as lamelas cobertas por uma espécie de véu




Cardoncello



O "Pleurotus eryingii" , o cogumelo Cardoncello é um dos menos conhecidos, porém, com certeza, o mais saboroso dos cogumelos ostra, merecendo seu título o Rei-Ostra ou o Rei dos Cogumelos Ostra.




Cogumelo do Sol - Agaricus blasei murril


Na década de 60 um imigrante japonês o Sr. T. Furumoto, descobriu em seu sítio no interior de são Paulo, uma nova linhagem de cogumelo comestível com um aroma muito semelhante a um cogumelo conhecido no Japão, chamado "matsutake", com o sucesso no cultivo desse cogumelo, o Sr. Furumoto enviou uma amostra ao Japão para ser analisada pelo Dr. Iwade. Em seguida, o Dr. Iwade mandou a amostra para um especialista em taxonomia de cogumelos na Bélgica chamado Dr. Heinemann, que classificou o fungo como Agaricus blazei.




Atualmente, este é um dos cogumelos mais estudados por suas qualidades terapêuticas, no Japão. Seu chá é indicado para o tratamento de várias doenças, inclusive câncer, diabetes, bronquite, úlcera, nefrite e outras.
As indicações são baseadas em depoimentos pessoais, traduções e pesquisas, pois não há ainda um estudo científico detalhado, comprovando a sua eficácia. Algumas pessoas podem sentir os efeitos em poucas semanas enquanto que outros podem levar meses. Isto varia para cada organismo.
Foi descoberto pela primeira vez por um agricultor, Takatoshi Furumoto, em terras brasileiras. Levado para o Japão, essa espécie fez sucesso entre os estudiosos do assunto. Por fatores climáticos, sua produção no Brasil teve grande desenvolvimento e nos tornamos exportadores de cogumelo do sol. A princípio, seu preço era muito alto, mas, desde que começou a ser cultivado na China, barateou bem, em razão da concorrência. O preço dele, desidratado, era de mil reais o quilo. Agora, é de cerca de cem reais, mas como o produto seco rende bastante, o tratamento não sai caro.
No Brasil, não há estudos científicos sobre os efeitos do cogumelo do sol. A maioria das publicações é de origem japonesa e chinesa. As únicas instituições que pesquisam sobre tal são o Instituto Biológico Sabio e a Unesp de Botucatu.



Porcini






Fonte de antioxidantes, vitaminas e minerais, eles são pequenas joias para a saúde. E como são gostosos, hein?
Flávia Pegorin



Sejamos claros: os cogumelos parecem ter saído de histórias infantis protagonizados por duendes e fadinhas, mas na realidade eles são mesmo parentes do mofo.Chamados de “macrofungos”, eles sobrevivem e se alimentam da decomposição de matéria orgânica, como madeira e folhas mortas, e adoram ambientes úmidos e escuros. Mas essa origem, digamos, “rústica” não é capaz de mostrar quanto de sabor e benefícios nutricionais esses alimentos realmente fantásticos congregam.Existem cerca de 45 mil espécies de cogumelos na natureza atualmente. Desse total incrível, 2.000 são comestíveis (e 4.500 são consideradas venenosas, mas isso é detalhe). Consumir cogumelos é um hábito cada vez mais celebrado pela comunidade científica. Diversas pesquisas já demonstraram o arsenal de substâncias valiosas presentes nesses organismos – que, aliás, vivem no meio-termo entre os reinos animal e o vegetal, o mundo particular dos “funghi”. Entre esses compostos fabulosos estão as beta-glicanas.Beta-glicanas são carboidratos presentes na parede celular dos cogumelos. Para resumir, elas são capazes de estimular as defesas naturais do corpo humano e ajudar a combater infecções e até mesmo alguns tumores.Os apreciadores de cogumelos só têm mesmo a comemorar: além das beta-glicanas, eles contêm substâncias antioxidantes (que neutralizam moléculas danosas ao corpo, os radicais livres, causadores do envelhecimento de órgãos e tecidos). Selênio, polifenóis e ergotionina são algumas delas. O champignon, por exemplo, é excelente fonte de selênio, enquanto o shimeji é bastante rico em ácido fólico, que previne disfunções fetais e agiliza a memória.Alguns tipos de cogumelos comestíveis são facilmente encontrados em quaisquer mercados hoje em dia, em variedades muito saborosas e que ficam ótimas refogadas, em molhos, como acompanhamento de assados e mesmo em quiches e sopas. É escolher seu favorito e se esbaldar em sabor e saúde.ShimejiMuito conhecido pelos frequentadores de restaurantes japoneses, em sua forma branca e preta, o shimeji é o campeão do ácido fólico. Esse tipo fornece ainda o ergosterol, um precursor da vitamina D fundamental para a fixação do cálcio nos ossos. Diversas receitas hoje contam com o sabor delicado do shimeji, como as quiches, mas ele também fica ótimo apenas acompanhado de legumes no vapor.ShitakeAlém das beta-glicanas, o shitake contém substâncias que atuam para melhorar o humor e, de acordo com pesquisas recentes, pode agir até mesmo contra doenças degenerativas como o Mal de Alzheimer. O fósforo, que reduz a fadiga, também está presente nesse cogumelo – que é de um sabor forte e aroma delicioso e fica perfeito, por exemplo, combinado com queijos na cobertura de pizzas.Champignon / ParisCheio de proteína e de ácido fólico, o champignon ou Paris (aquele com mais “jeitinho de cogumelo”) é ótima fonte de selênio e de outros minerais, como o cobre, que ajuda a prevenir a anemia, e o potássio, benéfico para os músculos. Na culinária, ele é o mais indicado para dar uma graça a mais nas carnes assadas e seus molhos.PortobelloTambém conhecido como Cogumelo Pardo Gigante, o Portobello é o predileto dos norte-americanos e franceses. Além de possuir quase as mesmas características nutricionais que seus “primos”, ele é muito versátil para a culinária. Com boa textura e polpa grossa, ele conquista pelo aroma delicado e pela facilidade de digestão. Com seu tamanho avantajado, fica ótimo recheado com queijos.Funghi SecchiO conteúdo dos saquinhos com a inscrição “funghi secchi” pode ser um tipo único de cogumelo italiano ou outros cogumelos na forma desidratada – e que dão um sabor único em risotos e molhos cremosos para massas, por exemplo. E também são ricos em bons nutrientes, como vitamina B1, B2, B3, potássio, sódio e fósforo. Antes de serem usados, os cogumelos secos precisam ser hidratados por cerca de 20 minutos em água morna.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Biscoitos de Cereais e frutas





Eu fiz e ficou delicioso




Para fazer no café :


2 ovos
2 colheres de sopa de manteiga(e usei só uma colher de chá de margarina light), mas acho que na próxima nem vou usar
3 bananas (usei prata)
1 colher de sopa de canela em pó
1 colher de sobremesa de fermento em pó
3 xícaras de mix cereais
5 damascos picados




Modo de preparo





Amasse bem as bananas,depois adicione todos os ingredientes e misture bem, formando uma massa homogênea.


Pré-aqueça o forno a 200 graus durnante 10 minutos.


Unte uma fôrma grande (eu usei margarina light para untar) e forme vários biscoitinhos, de acordo com o tamanho que preferir.


Pode moldar redondinhos ou de maneira rústica sem preocupação estética, dando um aspecto caseiro.


Feito isto, polvilhe um pouco de farinha de trigo ( eu não fiz isto)e leve ao forno durante 20 min(ou de acordo com o seu forno) .


Sirva-os com um chá.


Rendimento: 50 biscoitinhos ( pequenos) eu fiz grande

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Linhaça


Na busca por uma alimentação saudável, a linhaça assume um papel de destaque. A semente pode tornar qualquer tipo de alimento mais nutritivo - como suco de frutas, salada, iogurte etc - sem interferir no sabor. Rica em ômega-3 e fibras, atua como um regulador intestinal e tem efeitos protetores para o coração e a imunidade. Mas, para tirar melhor proveito desse alimento, os especialistas recomendam seguir alguns cuidados.O primeiro deles é na hora da escolha do produto. Existem dois tipos de linhaça: a dourada e a marrom. Importada de países de clima frio, a dourada oferece menos risco de contaminação porque seu cultivo é feito sem uso de agrotóxicos. Mas isso a torna também mais cara: chega ao mercado pelo triplo do preço da marrom, produzida no país. Segundo a nutricionista do Hospital Moinhos de Vento Helena Luiza Manteufel Royer, há suspeitas de que alguns tipos de linhaça marrom estão contaminadas com cádmio, por causa do uso de defensivos agrícolas. Tostar a linhaça no forno antes de consumi-la pode ser útil apenas para acabar com os fungos - que têm preferência por grãos integrais - , mas não elimina a contaminação. - Caso a pessoa queira comprar a marrom, recomendo escolher aquelas que vêm embaladas, pois demonstra cuidado na produção. Mas o ideal é consumir a dourada, que oferece menos risco - explica.Para usar a linhaça na alimentação, triture-a no liqüidificador até transformá-la em pó. Esse processo torna possível a absorção pelo organismo do ômega-3. Conforme Helena, a semente inteira só é útil como regulador intestinal, devido à presença de fibras. Triturada, seu potencial nutritivo é completo. Outra dica importante é a conservação do produto. A nutricionista e professora de técnica dietética da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) Isabel Kasper Machado recomenda guardar o pó da linhaça em um recipiente fechado na geladeira. Quando exposta à luz e ao calor, a semente perde propriedades, fica rançosa e pode ter o sabor alterado. Depois de triturada, conserve na geladeira por, no máximo, três dias.
Fonte

Como deve ser ingerida

Existem dois tipos de semente de linhaça: dourada e marrom. Não existem diferenças na composição dos dois tipos, já que as duas são compostas pelos mesmos nutrientes e mantêm o mesmo potencial funcional. Porém, a marrom é cultivada em regiões de clima quente e úmido e a dourada é plantada em regiões frias.

Todos os benefícios da linhaça se potencializam quando a semente é moída ou triturada, pois como a casca da semente é muito dura, sua digestão é comprometida, podendo passar direto pelo trato gastrointestinal, reduzindo a absorção de seus nutrientes. Depois de moída, a semente deve ser mantida sob refrigeração e longe da luz, para evitar a oxidação das gorduras.

A utilização da semente de linhaça pode ocorrer de diferentes formas. Pode ser utilizada no complemento de inúmeras preparações: pães, bolos, biscoitos, cereais e bebidas, e até adicionadas a sucos, saladas, sobremesas, iogurtes e sopas.



Qual a diferença entre farinha de linhaça dourada e escura?


Ambas as farinhas são tostadas e possuem aproximadamente a mesma composição. A linhaça dourada é mais adaptada ao clima frio enquanto a linhaça escura se desenvolve em climas mais quentes. Isso explica a diferença de preço entre elas. No Brasil, a cultura convencional é da linhaça marrom, pela adaptação do clima, solo e às técnicas de manuseio. A linhaça dourada, apesar de já estar sendo cultivada no Brasil, ela tem origem no hemisfério norte.


A única diferença entre elas está no sabor, o sabor da dourada é mais suave do que o da marrom. Desta forma, você poderá escolher qualquer uma das duas, ficará a critério de seu bolso e gosto.

Lenda” das sementes marrons
Em abundância no Brasil, as sementes de cor marrom já foram acusadas de maior toxicidade e menor funcionalidade nutricional. Isso ocorre talvez por serem menos estudadas que as douradas, variedade que é consumida e pesquisada há mais tempo pelos maiores produtores mundiais do hemisfério norte.Então, é importante acabar com essa “lenda”: a linhaça marrom e dourada são praticamente idênticas nas suas propriedades nutricionais e terapêuticas, com discreta vantagem para a variedade marrom quanto ao teor de ômega-3.As diferenças entre ambas são mínimas e geralmente são resultantes de diferentes condições de cultivo. A cor da casca da semente é determinada somente pela quantidade de pigmentação que ela contém, e que pode ser modificada através de práticas normais de cultivo.

Melhor que consumir as cápsulas de óleo isolado de linhaça, é consumir a semente deixada de molho e triturada na hora, a semente germinada ou seu broto, pois os seus nutrientes juntos são mais poderosos que suas frações isoladas.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Pólen


Maravilhas do Pólen,Por Paulo Maurício

Pólen desidratado coletado por abelhas.


O pólen é o “GAMETA MASCULINO DAS PLANTAS” ou seja, a substância masculina de fecundação de todas as plantas que dão flores. Conforme análises feitas por cientistas e biólogos, “É UMA DAS SUBSTÂNCIAS MAIS RICAS E COMPLETAS ENCONTRADAS NA NATUREZA”. Contém todos os elementos essenciais à vida, tanto vegetal quanto animal. As abelhas o coletam para a sua alimentação sem a qual a colméia se extingue em pouco tempo.

Seu emprego recomenda-se onde quer que seja necessário um NUTRIENTE CELULAR do mais alto valor, atuando em todos os níveis, principalmente no sistema glandular e no sistema nervoso central.

Conforme pesquisas realizadas em hospitais e clínicas especializadas em vários países, sob orientação e supervisão de eminentes cientistas, as seguintes qualidades principais são encontradas no pólen:
- Retardador do envelhecimento

- Regenerador das funções orgânicas e psíquicas

- Catalisador de energia e saúde

- Prevenção e tratamento de doenças degenerativas e infecciosas (possui propriedades antibióticas comprovadas)

- Excelentes para atletas, dançarinos, artistas e intelectuais de um modo geral- Promotor do desenvolvimento físico e mental de crianças e adolescentes

- Útil na prevenção do Stress, cansaço físico e mental, perda de memória, e falta de concentração

- Melhora das condições psíquicas, proporciona maior interesse pela vida, melhor aproveitamento do sono e humor mais positivo

- Prevenção da debilidade sexual, impotência, certos tipos de esterilidade masculina e feminina; (Foram observados diversos casos de cura de impotência masculina, bem como a melhoria acentuada no desempenho em pessoas normais)

- Prevenção de problemas de próstata e gênito - urinários, sendo usado na Rússia, França, Suécia e Japão como principal medicamento em problemas de próstato – vesiculites


O pólen é um dos melhores alimentos, tônicos e bioenergéticos naturais conhecidos pela ciência, até os dias de hoje. Seu uso constante auxilia nosso organismo contra o envelhecimento precoce, mantendo-nos saudáveis e ativos até idades avançadas.

O hábito de usá-lo constantemente, mesmo em quantidades pequenas, é extremamente salutar e aconselhável.

Apresentamos abaixo alguns tópicos sobre o Pólen Coletado por Abelhas, extraídos da vastíssima bibliografia mundial sobre o assunto.



a) RUSSOS QUE VIVEM MAIS DE 100 ANOS Quando o professor Nicolai Vasilievich Tsitsin, biólogo e botânico, associou-se ao Instituto de Longevidade da antiga URSS, fez um estudo das pessoas centenárias das montanhas do Cáucaso, na província russa da Geórgia, procurando alguns aspectos em comum entre muitos georgianos que viviam entre 100 a 150 anos. Assim, o Dr. Tsitsin descobriu que essas pessoas eram geralmente apicultores e os produtos da colméia eram sua principal alimentação: Geléia Real, Pólen e Mel.



b) USO DE PÓLEN POR ATLETAS Depois das Olimpíadas de Monique em 1972, foi revelado que o finlandês Lasse Viren, vencedor das corridas de 5 mil e 10 mil metros, tinha tomado pólen regularmente por anos. Entre os treinamentos e competições, todos os dias ele tomava de 4 a 10 cápsulas de Pólen. Após essa constatação, o uso de Pólen entre os atletas finlandeses tornou-se comum. Muitos atletas americanos e de todo o 1º mundo também fazem uso do Pólen.

c) PROTEÇÃO CONTRA RADIAÇÃO E RADIOTERAPIA Várias pesquisas científicas realizadas com animais em laboratório, comprovaram que após terem ingerido pólen, foram protegidos mesmo em exposição a altas doses de radiação. A Rutina, uma das substâncias do Pólen, também encontrada na Própolis, é um glucosídeo que aumenta a proteção contra radiações atômicas. Para pessoas que se utilizam de radioterapia anticâncer, a Rutina pode ajudar contra efeitos indesejáveis.


d) PÓLEN COMO ANTICANCERÍGENO E ANTITUMORES O U.S. Department of Agriculture (USDA) pesquisou e concluiu que "a ingestão de Pólen retarda o desenvolvimento de tumores mamários". Deste modo, o Pólen é útil para a prevenção do câncer e limita o desenvolvimento de tumores. Um relatório do USDA, publicado no Journal of the National Cancer Institute (outubro de 1948, p. 119 a 123) diz: "Estes resultados indicam que o desenvolvimento de tumores mamários em ratos podem ser influenciados pela ingestão de Pólen. Sugere-se que o uso padronizado dos princípios ativos do Pólen poderia produzir enormes retardamentos no desenvolvimento de tumores mamários. Esses experimentos foram baseados em postulações de que o Pólen contém um princípio anticancerígeno que pode ser adicionado à dieta."

e) PÓLEN CONTRA AS ALERGIAS O médico alergista Dr. William G. Petersen sustenta que mais de 22 mil de seus pacientes, nos Estados Unidos, estão tomando pólen junto com sua medicação costumeira para aliviar os sintomas da alergia. Muitas pessoas são alérgicas ao Pólen anemófilo ou pólens que são carregados pelo vento e pelo ar. O Pólen coletado e processado por abelhas ajuda a imunizar o organismo contra a alergia ao pólen anemófilo.


f) PESQUISAS FRANCESAS Cientistas franceses indicam que o pólen de abelhas, conhecido na França como popular ativador sexual, é também usado para curar desordens intestinais, psicoses, neurastenias, retardo no crescimento, hemorragia cerebral, perda de memória, debilidades gerais, disfunções cerebrais na criança e para reduzir o tempo de convalescença dos doentes. Médicos europeus iniciaram experiências com o Pólen como agente medicinal depois da Segunda Guerra Mundial. Eles descobriram que o Pólen é um forte estimulante biológico com altíssimas propriedades terapêuticas. O pólen ajuda na regeneração das células. Usado em experimentos com idosos, o pólen restaura o ânimo, recupera o bem-estar físico e mental, aumenta o vigor sexual e devolveu a saúde física para todos que estavam sendo examinados no laboratório durante aquelas experiências.

O Dr. Naum Joirisch, autor do livro "Bees in the service of Humanity" (Abelhas a serviço da Humanidade), credita ao pólen de abelhas melhora na cura de colite crônica, distúrbios do sistema endócrino e algumas desordens do sistema nervoso. O pólen de abelhas tem pouquíssimas calorias e sódio, e sendo completamente de origem vegetal, não tem colesterol. Fonte: http://www.saudenarede.com.br/

Cortesia: Apiários Dominus – 100% melhttp://br.groups.yahoo.com/group/apiario-dominus
O maior Banco de Imagens Apícolas do Brasil
Santana do Livramento – RS.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Compare a Soja com a Quinoa



Gostei deste post da Lira do blog souvegetariana.blogspot.com, então aqui vai, como eu estava falando da quinoa no meu outro post , vamos a mais explicações:

Os valores comparados- 85 gramas- equivalem a 1/2 xícara de chá bem cheia de cada uma


1- Quem é quem A asiática soja é da turma das leguminosas, ou seja, vegetais que nascem em vagens. Já a quinoa, um tipo de grão, é oriunda da América Central e alimentava os incas.


2- A mais calóricaFuja da quinoa se você está com quilos extras. É que ela acumula muito mais calorias do que a soja.Quinoa 317 caloriasSoja 215 calorias


3- Força muscularA soja fornece mais proteína, um nutriente fundamental para a construção dos músculos.Soja 18 gramasQuinoa 11 gramas


4- Para afastar o infartoAposte na soja. A leguminosa oferece quatro vezes mais folato, uma vitamina capaz de diminuir o risco de problemas cardiovasculares. Precisamos de 400 microgramas do nutriente por dia.Soja 170 microgramasQuinoa 41 microgramas


5- Pique totalCom a quinoa. Ela é campeã em carboidrato, um nutriente que é energia pura.Quinoa 58 gramasSoja 17 gramas


6- Esqueleto blindadoA soja tem muito mais cálcio, mineral indispensável para os ossos. Homens e mulheres devem consumir 1 mil miligramas todos os dias.Soja 221 miligramasQuinoa 51 miligramas


7- Xô, fadiga!A soja tem muito mais cálcio, mineral indispensável para os ossos. Homens e mulheres devem consumir 1 mil miligramas todos os dias. A quinoa está lotada de fósforo. Quando esse mineral falta no prato, o que sobra é cansaço. Ambos os sexos precisam de 700 miligramas por dia.Quinoa 348 miligramasSoja 241 miligramas